Como montar uma Lancheira saudável

 

 

É sempre um desafio montar todos os dias a lancheira das crianças com alimentos gostosos, saudáveis e nutritivos e que ainda tenham uma boa aceitação pelos pequenos, nesta hora surgem um monte de dúvidas, como escolher e principalmente como garantir que o alimento seja consumido com segurança, sem que haja risco de consumo de alimentos estragados, siga abaixo algumas dicas para que esta tarefa seja mais fácil e prazerosa de se fazer:

 

  • Convide seu filho para ajudar a montar a lancheira, assim você poderá perceber melhor quais são suas preferências, dando sempre como opções alimentos saudáveis.

 

  • Solte a sua criatividade, sirva os alimentos de forma diferente, faça desenhos se possível para estimular o visual da criança.

 

  • Inclua alimentos feitos em casa como bolos caseiros de preferência um bolo integral com farinha de trigo integral ou que tenha na composição algum tipo de fruta, um pouco de aveia, linhaça, chia. É Preciso tomar cuidado com produtos industrializados porque são ricos em açúcares, gorduras, sódio, conservantes, aromatizantes, caso for optar por um produto industrializado devemos escolher o mais saudável possível, com menor teor de gorduras, açucares etc...ler o rótulo é fundamental.

 

  • Insista e invista nas FRUTAS, porém é preciso tomar cuidado no seu armazenamento e higienização. Maçã é uma boa opção porque não amassa facilmente. Pera, banana, pêssego, uva e nectarina pedem um recipiente mais resistente para acomodá-las. As frutas que você manda em gomos, como mexerica, perdem um pouco de nutrientes quando são descascadas. Antes de embalar, higienize bem a fruta. As que a criança consome a casca têm de ser lavadas em água corrente e depois colocadas em uma solução clorada (o produto é vendido em supermercado, veja no rótulo da embalagem como proceder). Se a casca for descartada, só lave. Seque com papel-toalha e coloque em um pote.

 

  • Evite os sucos de caixa pois contém muito açúcar, assim como os refrigerantes. Prefira o suco de fruta natural ou os sucos de polpa congelada. Uma dica para impedir a oxidação do suco é colocá-lo em uma garrafinha térmica. Os sucos de maracujá, abacaxi e acerola são os que perdem menos quantidade de vitamina C após o preparo. Prepare o suco pouco antes de ir para a escola.

 

  • Evite biscoitos recheados e prefira sempre os biscoitos sem recheio como os biscoitos tipo maria, maisena ou água e sal. Biscoitos integral tipo cookies também é uma ótima ideia. Faça você mesmo em casa, e peça para seu filho ajudar, ele poderá levar na escola durante a semana. Crianças adoram ajudar!

 

  • Utilize pão ou tapioca com patê caseiro: Outra ideia legal é utilizar pãezinhos, de preferência integral. Tem bisnaguinha integral, mini pão sírio integral, mini pão francês integral, mini pão multigrãos. Para o recheio: patê caseiro de ricota com tomate seco e gergelim ou chia; patê de grão de bico; patê de atum com iogurte natural e ervas; queijo branco com cenoura; peito de peru com tomate e requeijão; geléia de frutas…

 

  • Evite ao máximo: comprar guloseimas, biscoitos recheados, salgadinhos, frituras e refrigerante. Isso tudo faz mal para a saúde das crianças, e contribui para a OBESIDADE INFANTIL. Se não tiver em casa nenhum destes produtos a criança não comerá, portanto NÃO COMPRE !

 

  • Sanduíches podem ser preparados no dia anterior e envolvidos em papel toalha, filme ou colocados em potes plásticos (BPA Free) e armazenados em geladeira;

 

  • Faça o Lanche conter pelo menos, dois tipos de carboidratos sendo um deles 1 Porção de Fruta e 1 Cereal, um tipo de Proteína e insira a fonte de gordura saudável também se possível;

 

  • Inclua alimentos feitos em casa, e alimentos industrializados saudáveis com menor teor de gorduras, açúcares, sódio, corantes e conservantes;

 

  • Se a criança ficar período integral na escola ou vai da escola diretamente para outras atividades muitas vezes são necessários mais de 1 lanche, é importante instruir a criança a consumir no primeiro lanche a opção perecível e deixar a opção que se conserva melhor para o segundo lanche;

 

  • E não esqueça de enviar sempre uma garrafa térmica com água mineral fresca.

 

       Como saber se meu filho comeu o lanche?

 

     Peça para a professora mandar o lanche que sobrou de volta na lancheira ou então peça para ele anotar na agenda da criança quanto e o que ela comeu. É importante que ele coma porque se ficar mais de quatro horas sem se alimentar, pode ter uma queda de glicose no sangue, o que causa dores de cabeça, mal-estar e até desmaio. Nosso cérebro necessita de glicose para funcionar normalmente, portanto ficar sem comer também atrapalha o aprendizado.